Segunda-feira foi a estréia de Alcatraz. Em um episódio duplo, que na verdade foram dois episódios (existe uma diferença), a série apresentou o começo dos mistérios que já haviam sido mostrados no trailer. Na trama principal, todos os prisioneiros da famosa “Rocha” desapareceram misteriosamente em 1963, junto com os guardas, e agora, em 2012, eles começam a reaparecer, sem ter envelhecido um dia sequer, e sedentos por sangue, matando quem encontrar pela frente, dizendo que estão “seguindo ordens”.
A trama é interessante (apesar de amplamente utilizada em filmes e de uma forma um pouco diferente em outra série, The 4400), e parece que vai fazer uso do mistério principal para envolver o espectador. A adição de Jorge Garcia (o eterno Hurley) ao elenco dá uma suavizada na tensão, apesar de que, na verdade o personagem deveria se chamar Hurley, porque é ele, é a mesma pessoa, fazendo coisas diferentes do que ele fazia em Lost.
Outra adaptação de Lost foi a trilha sonora, que, se for analisada a fundo, não se encaixam de forma orgânica na trama, e acaba por ficar incômoda devido a grande semelhança que apresenta com o finado seriado. Eu acabei ficando tão envolvido na história que não prestei muita atenção na trilha.
Mas o que mais chamou minha atenção nos dois episódios iniciais foi a quantidade de mortes. Quando eu disse “matando quem encontrar pela frente” eu estava sendo literal, passou na frente de um deles, leva tiro. Não tenho a contagem de corpos oficial, mas eu lembro fácil de uns 10.
A protagonista é uma loirinha aguada um pouco sem graça, mas ainda é cedo pra julgar, afinal, alguns anos atrás, era essa a mesma impressão que eu tinha da Kristen Bell, hoje as coisas são um pouco diferentes.
Eu gostei bastante da estreia. O mistério não é novo, mas me envolveu, e eu sou esperançoso, acredito que a resolução possa ser algo inteligente e surpreendente.

Anúncios

Sobre Angelo Mota

Angelo Mota. Jornalista por formação. Nerd, gamer. Gosta de ler e escrever. Viciado em jogos, filmes e séries. Apreciados sem moderação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s